Cadeirante realiza sonho de estar no Rock in Rio pela primeira vez

Foto: Lígia Modena / G1 Rio


A primeira vez no Rock in Rio, ninguém esquece. E para o estudante João Lacerda Cimbleris, de 17 anos, será ainda mais inesquecível. Portador de uma síndrome cerebelar e cadeirante, o estudante conseguiu estar presente neste domingo, se aproveitando de adaptações de acessibilidade que foram instaladas na Cidade do Rock nesta edição.

 

Nesta edição, a Cidade do Rock recebeu algumas adaptações para se tornar mais acessível. As ideias surgiram com a ajuda do cadeirante Thiago Gonçalves, que passou por dificuldades na edição de 2015 do festival, enviou um e-mail para a organização do evento e recebeu uma proposta de trabalho para ajudar a tornar a edição de 2017 mais acessível.

 

Após ter problemas para se locomover no evento, o deficiente físico Thiago Gonçalves resolveu enviar um e-mail com algumas sugestões de acessibilidade para a organização. Como resposta, ele foi chamado para uma reunião e convidado para trabalhar no Rock in Rio e fazer parte do time que ia ajudar a construir uma Cidade do Rock acessível a todos.

 

Thiago era atleta e, após um acidente de carro, ficou tetraplégico. Ele lembra das dificuldades que teve durante o festival. Uma das ideias que ele teve foi a utilização de carrinhos elétricos adaptados para cadeira de rodas. Os carrinhos vão transportar cadeirantes do estacionamento até pontos estratégicos dentro da cidade.

 

Informações: Lígia Modena / G1 Rio
Categoria:Especial - Rock in Rio